Te adiós, tédio!


"Eu me dizia então que o mundo é devorado pelo tédio. Naturalmente, é preciso refletir um pouco para se dar conta disso, não é uma coisa que se perceba imediatamente. É uma espécie de poeira. A pessoa vai e vem, sem a ver, respira essa poeira, come e bebe essa poeira, e ela é tão fina que nem faz barulho quando é mordida. Mas basta parar um momento e ela torna a cobrir o rosto e as mãos da pessoa. É preciso se agitar sem parar afim de sacudir essa poeira de cinzas. Por isso mesmo, o mundo se agita muito" George Bernanos, Diário de um Pároco de Aldeia (Paulus)


VOCÊ que está aí confortavelmente acessando a internet por enes motivos, saiba que a maioria o faz por e com puro tédio.

Tédio para ler, para ver, para ouvir... E se fosse do lado de fora do ecrã, também seria tédio de sentir, de cheirar, de apalpar, de gostar... Um resignar profundo, um respirar pesado... Tédio da vida!


Se você não sente tédio, tanto melhor! Mas eu tenho notado uma certa apatia e muita revolta nas manifestações, atitudes e pensamentos alheios. Como se criticar a vida, o outro, arrancasse o tédio de suas entranhas. Uma reação estranha já que o ritmo frenético dos dias não deixa espaço para "desligar" e desfrutar os momentos calmos.

Um contrassenso, esconder-se do tédio como se ele fosse um pecado e maldizer o começo dos dias, trazendo para eles o sentimento de ter que cumprir o dever com seus olhares burocráticos das ruas, dos carros e das lojas que berram "Feliz Natal" com seus pisca-piscas.

Eu vi a solidão nos olhos das pessoas e o sentimento de sonhos apagados, sem beijos molhados, sem sorrisos...


As bolinhas rosas de Federico Piccirillo não são tediosas, mas há quem ache!
"Prefiro Toddy ao Tédio"

20 comentários :

  1. Cada dia oiço mais pessoas a dizer"Estou farto disto" E dou Graças a Deus porque cada dia gosto mais de viver, cada dia me sinto melhor comigo e com os outros.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Oi Luma! Há que se permitir os momentos de tédio e entusiasmo nessa vida. Muitas vezes confundem momentos de "calmaria" e tudo que nele há, com tédio.
    Esses dias vendo as lojas enfeitadas para o Natal (ou seria consumo de Natal?)pensei no quanto já não me diz nada, perdeu o encanto...
    Amei as fotos com as bolinhas, que luz linda!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Acredito que eu navegue também por tedio, mas como estou de olho em mim, desde ano passado navego menos, dando-me outras oportunidades.

    Bj

    ResponderExcluir
  4. Nunca tinha ouvido falar deste artista mas fiquei maravilhada com as fotos. Muito obrigada! :)

    ResponderExcluir
  5. Olá, querida Luma!
    Quando a pessoa sente tédio, ela acaba ficando depressiva, nervosa e precisa ocupar o tempo com coisas úteis.
    Gostei das fotos, não conhecia o artista. Mais um aprendizado!

    Beijos, ótimo fim de semana junto a sua família ♥

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Todos temos tédio, nascemos nesse mundo para pagar algum pecado.
    Tédio para mim é um desgosto que se sente, muitas vezes por uma palavra que nos é dita na hora errada. É a falta de paciência que a maioria das pessoas sentem pelas outras, é o desprezo, é a falta de amor, se amizade.
    Somos eternamente sós, daí o tédio vem correndo em nossa direção. São as pessoas que nos magoam por nada, deixando nossa vida triste e entediada.
    Uma linda tarde e muita saúde
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  7. Oi querida. Acho que faz parte da vida. momentos de alegria, de tristeza e outros insossos e esfuziantes. A atualidade e os meios de comunicação, penso que colaboram opara se realçar a lado mais agressivo da vida. Mas a vida é uma dádiva e me encanta com detalhes simples. Bom final de semana.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Luma! Tão interessante seu post! Há o ócio criativo, o tédio que não é chato, o da contemplação, o do olhar pra si, de onde surgem as ideias criativas!
    Também tenho notado que o grau de intolerância e reclamação tem aumentado imensamente. Ou será minha percepção?
    Pelo que vi aqui, não é não, o que configura uma realidade triste, onde as pessoas estão se ocupando, em seu tédio - aquele que traz vazio - de outros ao invés de se ocuparem de si, sempre com enfoque negativo. Uma pena! Linda e suave arte para preencher o coração. Abraços!

    ResponderExcluir
  9. O Bernanos tem razão. Ultimamente nem faço questão de ver os jornais na TV, tão tediosos e frustrantes que estão. Distaio-me fazendo coisas, escrevendo e olhando melhor as coisas e lugares quando ando pela cidade, os becos nunca vistos, os monumentos, os prédios e seus estilos, os barcos que passam ou estão fundeados na baía, etc e reflito sobre essas coisas e sobre mim. E me conheço mais agora, e descubro que o que sou já o era quando menino... Abraços.

    ResponderExcluir
  10. E obrigado pela visita ao Vô Tônico.

    ResponderExcluir
  11. Eu vejo a internet não como forma de acabar com o tédio e sim como forma de conectar com o mundo, aprender e lazer. As pessoas reclamam muito e poucos são aqueles que tomam atitude.
    big beijos

    ResponderExcluir
  12. Porquê tédio? Se para estar longe desse estado basta estar sempre a fazer acontecer! Nesse estado o tédio jamais terá lugar.
    Abraço

    ResponderExcluir
  13. Tenho ouvido e visto muito isto. Mas ainda é um lugar "seguro" para se ficar.
    Gostei das fotos.
    Desejo a você um ótimo dia, com muita paz.
    Obrigada pela visita.
    Beijos coloridos!♥♥♥

    ResponderExcluir
  14. Ou Luminha quanto tempo sem te ver! faz um tempinho que me ausentei, um pouco pelo famoso 'tédio' ,outras por falta de motivação mesmo por tudo que temos vivido e visto nas redes sociais_ a poluição visual é tamanha que cansa mesmo!
    E ainda sofri um acidente doméstico que fiquei inabilitada para alguns movimentos do braço.
    Agora de volta.
    O bom é que temos escolhas e quando queremos nos desconectamos e nos salvamos rs
    Me referindo a internet entende ?nada com a vida _ não há tédio _ as manhãs continuam lindas, chuvosas ou solares.
    Bom rever suas ´postagens inteligentes ,
    Deixo um abraço grande

    ResponderExcluir
  15. Adorei as imagens do post.
    Eu sinto tédio das rotinas, das mesmices das babaquices de algumas pessoas.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  16. Olá Luma
    Obrigada pela visita ao meu blog, gostei muito. Que a gratidão tome o lugar do tédio. Abraços.

    ResponderExcluir
  17. Um pouco de tédio também faz bem para descansar do corre-corre do dia a dia mas há que voltar para os desafios que a vida nos traz.
    Gostei da reflexão.
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Profunda e certeira a tua análise.
    Beijo amigo

    ResponderExcluir
  19. Luma, que bacana teu blog, continua lindo e com muito conteúdo, adorei a leitura, bjs

    https://avidaquedesconstrui.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Ah, Luma, que bom que vieste! Esse danado de tédio rouba-me o tempo e fico sem tempo para tudo o que tenho de fazer...Mas isto é tédio? Não chames de tédio o tempo que aproveito tão bem para me acordares das obrigações entediantes: Blog não é tédio. E de rede social, só valorizo os blogs onde paro com o coração aberto para "conversar" , trocar e levar sabedoria. Como hoje aqui. Luzinhas de Natal? Ah, mas se fosse o meu natal na aldeia onde nasci, presépio com musgo verdeeee! Não, não me convides para o psicadélico natalício, tão desvirtuado e consumista...Que tédio!
    Abraço,querida Luma! <3

    ResponderExcluir

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor