Porque a mente é como um paraquedas, só funciona depois de aberta (frank zappa)

Descompromisso e os malcriados.

lu_mar
Gosto de olhar o mar. E toda vez que olho o mar lembro do Sr. Palomar de Ítalo Calvino e da boa sensação do descompromisso.

"O senhor Palomar está de pé na areia e observa uma onda.
Não que esteja absorto na contemplação das ondas.
Não está absorto, porque sabe bem o que faz:
Quer observar uma onda e observa-a.
Não está contemplando, porque para a contemplação é preciso um temperamento adequado, um estado de alma adequado e um concurso de circunstâncias externas adequadas: e embora em princípio o senhor Palomar nada tenha contra a contemplação, nenhuma daquelas três condições, todavia, se verifica para ele. Em suma, não são "as ondas" que ele pretende observar, mas uma simples onda e pronto."


Dessa última vez que fui à praia, veio um casal e pediu que vigiasse as suas coisas. Percebi que eram portugueses pelo sotaque. Ela com a pele bem clarinha. Vento forte e água gelada. Só turista e eu.

Saíram do mar e sentaram ao meu lado, parecia que eu não estava ali. A praia estava imensamente vazia e não entendi direito porque ficaram justo ali, com tanto lugar para ficarem.

Suas conversas chegaram num ponto que me deixarem constrangida. Oras! Não sou surda! E não iria sair dali, cheguei primeiro! (rs*)

Mentira! Levantei, pedi licença e sai. Lembro ainda de um trecho da conversa que ficou na cabeça:

-Foste-me fiel querida?
-Muitas vezes.


Pensei: Se eu fosse homem ou se estivesse acompanhada por um, isso teria acontecido? Principalmente pelo português, homens sentem vergonha de discutir certos assuntos perto de outro homem. Mesmo assim, eu fui discreta e fingi não ter escutado.

Em algumas situações corriqueiras os homens levam vantagens. E quando resolvemos ir para um bar sozinha? Nem precisa ser bar, se é um banco de praça, sempre passa alguém imaginando o que uma mulher faz ali sozinha. Os engraçadinhos sempre aparecem.

Eu gosto de ser mulher, isso não impede de que em situações como as que descrevi acima pense que ser homem seria bom. Até penso que essa suposta liberdade que os homens têm é uma questão de estado de espírito, mas esse pensamento é cortado, quando me deparo com pessoas machistas. Infelizmente encontramos mulheres mais machistas do que o próprio homem.

Podem me condenar, mas é isso que penso. Talvez pelo meio que vivo, convivo com homens o dia todo e vejo que a visão da vida para eles é bem simples. A começar pelo guarda-roupa básico, chegando às conversas monossilábicas e diretas, tudo preto no branco, sem neuras, adoro isso! Tem hora para ser docinho, docinho!

Preservem vossa individualidade. Respeitem os limites e gostos do outro. Isso vale para os dois! Não queiram ser "sebentos", isso atrapalha qualquer relação. E nada impede que na hora do maledito futebol, procurem por vossas amigas. O mundo agradece!

A pergunta: O que fazer pelo seu sexo?

Ah, e não me venha com essa história do "Fazer xixi em pé" ser uma vantagem, porque não é! Pois saibam que esse detalhe é apenas cultural e de civilidade. Em alguns países os homens fazem xixi sentados. Em casas que o homem é minoria, é aconselhável que o faça sentado. Acabarão as brigas por causa do assento do vaso e acabarão os respingos que causam mau cheiro. Isso porque por mais que se mire, o tiro pode sair pela culatra. É uma questão de respeito com as outras pessoas da casa. Mas se esses argumentos não convenceram e os meninos estão olhando torto, comunico o resultado de uma pesquisa muito séria, que confirma a tese de que, homens têm problemas urinários, principalmente da próstata depois de uma idade, justamente por não esvaziarem direito a bexiga. Então, façam xixis sentados, relaxados e ao final mostrem força. Isso!! Esvaziem bem as vossas bexigas e preocupem-se quando começarem a deixar com frequência um escapizinho em vossas cuecas!

Amem!

80 comentários:

  1. Oi, Luma, bom dia!
    Adorei o tom da prosa. Eu estou cultivando ainda um idealismo quanto à aproximação dos modos de ser de homens e mulheres para que as coisas funcionem numa harmonia maior. Acho que pelo estágio de desenvolvimento tecnológico hoje e com a mudança de papéis de ambos os lados (modificações), isso está ficando cada vez mais factível. É um idealismo meu, é em que acredito e procuro fazer a minha parte.

    Um abraço e ótimo dia. Paz e bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que gostou, José Claudio! A sociedade impõe diferenças e cabe a cada um, homens e/ou mulheres cumprirem ou não o seu papel - esse é o livre arbítrio. O que não enriquece é a degradação da moral. Paz e bem!!

      Eliminar
  2. Também gosto(adoro) olhao o mar. Com ou sem companhia consigo entra nele, na profundidade... Mas minhas companhias sção escolhidas por mim e não chatos como esse casal intrometido..

    Fico p da cara também ,quando com tanto lugar , sentam-se ao lado.

    Por isso, tenho um golpe que sempre dá certo. Espalho tralhas em círculo, incluindo várias cangas como se ali tivessem pessoas. Dá certo. Com isso, não preciso ver esses papos...

    Nem os chatos. Aliás, em geral, as mais chatas s~çao as mulheres que acham que temos quase que engolir suas bundas... Deitam com elas viradas pra nossas caras, quase dento das nossas bolsas,rs... Pra essas queridinhas, tenho outra solução:

    Sacudo as cangas e tralhas e ninguém aguenta areia voando,ainda que seja de forma "leve e disfarçadamente",srrs...

    Beijos,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chica, eu escolhi morar perto do mar, porque quando não estou nele, preciso pelo menos olhar um pouquinho todos os dias e saber que ele está ali me esperando.
      Se eu quisesse companhia, levava. Às vezes queremos ficar sozinhos, não é mesmo?
      Hahahaha as bundas... um trem que sobra em algumas mulheres!! Você me deu ideias... beijus,

      Eliminar
    2. Luma, me dá licença um cadinho?
      Chica... ri muiiiiito aqui.
      fiquei imaginando a cena, você toda bravinha socando areia na mulherada.
      Afffffffffffff..... Engolir as "bundas" foi demais...
      Tem umas que ainda são bonitinhas, Chica...
      Mas e aquelas que misericórdia, parecem mais um queijo minas furado.
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Desculpa, Luma, num dei conta.....
      a Chica é ótima.
      bjs procêis duas.

      Eliminar
    3. hehehehe a Chica me inspirou! E da próxima vez já sei o que fazer!!

      Eliminar
  3. Concordo totalmente quando você diz que há mulhres muito mais machistas que os próprios homens. Ora, que é que os cria e lhes ensina a serem machistas senão as proprias mães (mulheres) e familiares de seu meio (também do sexo feminino). Há toda uma questão cultural envolvida nisso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Kinha, as mães nem sempre educam com o olhar para o mundo e algumas estão sob o olhar do pai que, vamos ser sinceras: Os homens morrem de medo de ter filho gay e cobram demais das mães atitudes dos filhos que ainda estão crescendo - Você não está educando direito! Não é assim que dizem? Como se eles não tivessem que educar também. Alguns fazem observações ridículas enquanto os meninos crescem e porque não existe esse "atrito", os pais tendem a se apegar mais nas meninas. O macho estará sempre em competição com outro macho, mesmo que veladamente.

      Eliminar
  4. Luma, o homem tem vergonha de falar algo com outro homem, e demonstrar fraqueza, concluo isso pelo meu marido, pode estar com um problema, e sei que está, mas sempre diz: tá tudo bem! E, é pena, mas é fato, tem muita mulher machista no mundo...Infelizmente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade!! Você nota que o homem está com problemas quando ele se torna exagerado. Eles até falam com outro homem, mas falam brincando, invariavelmente como piada em mesa de bar. Terapia dos copos!

      Eliminar
  5. A próstata anda boa, os olhos também, e me serviram desta vez para a leitura do texto, e que texto, correu fácil, em alguns momentos parecia crônica, em outros pura prosa, fiquei em dúvida quanto ao estilo, que se dane o estilo, foi bom para mim !
    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não pense em estilo! Eu não pensei! :) Beijus,

      Eliminar
  6. Ufa! Finalmente vou conseguir comentar, lê lê lê, rá rá rá, kkkk! É que do comprimido (tablet, rs!) eu não estava conseguindo. :-)

    Adorei a pitada alá "Luma Rosa" de bom humor para um tema costumeiramente tão polêmico. Só vc.
    Taí uma definição sensacional para a "suposta liberdade masculina": estado de espírito. Eu também curto aos montes essa simplicidade e nem por isso deixo de gostar do charme que é ser mulher.

    Tenho um menino e uma menina em casa, como sou uma mãe profundamente observadora, vejo a maneira diferente de um e outro interagir com um mesmo tema. Os pontos fracos e fortes dos dois sexos tem ficado mais claros pra mim, agora mais do que antes.

    Acho que o que cada um pode fazer por seu sexo é compreendê-lo melhor e passar adiante. Mudanças externas partem sempre de uma grandiosa mudança interna. Aliás, o que o ser humano pode fazer por si mesmo de um modo geral é compreender-se.

    Bjão!

    Michelle

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um samba do crioulo doido, você quis dizer... rs.
      Compreender-se e respeitar o outro.
      Essa moça, por mais "moderna" que ela seja, que o namorado ou marido saiba, não sei... acho esquisito a pessoa se gabar da infidelidade. Afinal, quem estamos traindo? Acho que o espaço meu que foi invadido na praia, nem foi o da areia. A questão é saber o que falar, com quem falar, onde falar... liberdade e não libertinagem.
      Adoro meninos!! (rs*)
      Beijus,

      Eliminar
  7. Infelizmente tem pessoas de tudo que é jeito, heheh beijo Lisette.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nhóim... mas se não sabem se comportar, tranquem-se!! :)

      Eliminar
  8. Adoro olhar e ouvir as águas, seja mar, rio, cachoeira, córrego etc.

    Esse xixi é bem polêmico rsrsrs, me isento da discussão, mesmo porque ela é infinita e mutante...

    Luma uma ótima tarde p/ vc!

    Beijooooooooo

    Beijooooooooo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois então, tem mulher fazendo xixi em pé. A Gisele Bündchen aconselhou em seu blogue que as mulheres façam xixi no banho para economizar água da descarga. Bobinha... não sabe que existe vasos sanitários ecologicamente corretos? Ademais, o box do banheiro vai precisar lavar depois dessa descarga de xixi. Se ela fizer as contas, vai gastar mais água e sabão para lavar o box do que dar a descarga no vaso sanitário.
      Bia, melhor fazer como o Adão Braga! Ele cuida da sua saúde e não conta pra ninguém que faz xixi sentado! Eita que agora os leitores do "Luz" já sabem. Leia o comentário dele ali embaixo. Beijus,

      Eliminar
  9. Eu acho que Mar é qualquer coisa que Deus colocou para nos dar a sensação de paz, mesmo qdo bate forte na costa!!!
    Eita como eram mal educados esses portugueses!!!
    E quanto o xixi aii se os homens fizessem sentados que felicidade geral da nação!!!!!!
    Beijos saltitantes
    Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu morava longe do mar e tinha uma concha grande que alguém me deu de presente. Essa concha ainda tenho e fica no meu escritório como um peso de papel. Quando não posso ir até o mar, trago o barulhinho para perto de mim.
      A questão é que eles eram exibicionistas. Tem gente que tem prazer em se mostrar, vai saber!
      É engraçada a questão... A pergunta é: Por que só xixi eles fazem em pé? :)
      Fim de semana, né doidins...
      Beijus,

      Eliminar
  10. Um texto...Uma crônica..Verdades...Bom humor.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  11. Que interessante te ler hoje, Luma... sempre é né! mas hoje eu estou no meu segundo dia de treino com a solidão.. estou indo a compromissos comigo mesmo... eventos... você estava sozinha na praia... isto é muito poderoso.

    Sabe agora sobre a questão do xixi em pé ou sentado... eu tenho uma tese, não terminada ainda, sobre a questão do xixi... assim que termina-la, vou escrever em meu blog sobre ela, eu penso assim:

    O ato de fazer xixi sentado para o menino, ou adultto, mesmo sendo ele a minoria na casa, é profundamente repressor, o homem é mais frágil que a mulher em sua personalidade, especialmente quando a está formando. Qualquer coisa, mesmo que pareça insignificante fere esta masculinidade, que é o dom de agir, de ser independente, de se cuidar e de decidir, enfim, o Yang da persona.
    Minha tese hoje andou um pouco e chegou ao ponto de que S e o man, faz pipi de pé com tamanha maestria que nenhum esforço é depositado no ato, e ainda nào molha o vaso ( ele pode levantar a tampa ) ele chegou a um ponto de equilíbrio interior muito belo.


    Bejus Luma.
    Postei dois post's sobre a Carmem Miranda, lembrei de você!
    Já ncomendei o livro que vou doar no meu Blogcrossing, voufotografar desta vez e te convido a ir ver, viu!

    Grato.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A introspecção é essencial! Ela alinha o pensamento e você não precisa estar com problemas para isso. Uma pausa durante o dia faz bem e olhando o mar, melhor ainda!
      O homem se cobra muito, ele tem medo de perder a masculinidade perante a mulher. O caráter define o homem.
      Vou lá ver os posts! Ah, vou esperar você me avisar quando for doar seu livro.
      Beijus,

      Eliminar
  12. Oi, Luma!
    Mas, que coisa! Foram sentar-se justamente ao teu lado e ainda ficaram com esta conversa mole!
    Boa ideia esta que destes aos homens, vou repassá-la aos meus dois aqui em casa. hehe
    bjs cariocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hehehe caras de pau, como diria minha mãe!
      Espero que os meninos por aí recebam numa boa!!
      Beijus,

      Eliminar
  13. Oi, Luma!

    Quanta discrição desse casal, hein? rsrs
    Bem, penso que a natureza nos fez diferentes, homens e mulheres, pelo menos em alguns pontos... Não teria graça de fôssemos iguais... Mas, podemos nos complementar, e tornar a vida muito mais graciosa, enriquecendo-nos com as diferenças, e corrigindo, quando for o caso, as discrepâncias, rsrs

    Um abração, amiga
    Socorro Melo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom que haja diferenças, para que haja complementação. Dizem que o homem quando se apaixona, está escolhendo a sua porção feminina. Será que as meninas também agem assim?
      Beijus,

      Eliminar
  14. Português no seu melhor:):):), mas quanto ao pedir para dar uma olhada pelas coisas, já fiz isso a imensos estrangeiros, porque não? e numa praia quase vazia, todo o cuidado é pouco daí ficarem mais perto de quem lá está.
    Quanto ao resto subscrevo inteiramente e também faço parte do teu clube, sou mulher mas gostei mais dos grupos de trabalho com mais homens e ainda hoje converso e brinco muito mais com homens do que com mulheres, porque "a visão deles é bem mais simples" e na hora de futebol...aí piro-me logo:):):)
    Mas detesto todos aqueles que julgam que mulher por viver só precisa de homem...tá louco êta gentinha dum raio!!!!

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez você não saiba, mas eu tenho cidadania portuguesa e aqui onde moro, há muitos portugueses e sua maioria está aqui desde a época da colonização. Essa permanência é mais concentrada do que no restante do país. Tanto é que todo ano temos a Festa Portuguesa, bastante tradicional. Não falo mal dos portugueses, adoro!! Só falo da falta de compostura. Acha mesmo que eles estavam procurando lugar seguro? Ah, será que eu poderia protegê-los? Sou uma mocinha bem delicada para isso... rs.
      As mulheres inúmeras vezes forma subestimadas pelos homens. Não mais!! Eles se assustam ou quando se desesperam "dão de ombros".
      Beijus,

      Eliminar
  15. Oi Luma!
    Pois é, com mulher desacompanhada acontece cada uma.rsss
    Os homens são bem pragmáticos, ontem estava dizendo justamente isto para o maridão.rss
    Esta sua dica é bem vinda, ninguém merece o último pinguinho.rsss
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A diferença é sentida principalmente a noite. Um homem pode sair a qualquer hora sozinho, a mulher já não pode. Mesmo ela se sente exposta e eu para evitar, preventivamente não saio desacompanhada.
      Agora é convencer o maridón! (rs*)
      Beijus,

      Eliminar
  16. Aqui em casa, ainda que sejamos 3x1, eu para evitar querelas desnecessárias me sento para urinar a mais de décadas. E curiosamente, quando se soube que eu sentava para urinar, ela mesma achou estranho, e depois, veio a face rubra de todas as vezes que acusou a mim de ter deixado a tampa do vaso toda respingada.
    Quem vai ser influenciado a sentar para o xixi, faça assim: não conte para ninguém. Mais tarde servirá de defesa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conta pra ela que faz bem! :)

      Eliminar
  17. Além do tema central em si, adorei a enigmática resposta da portuguesa:

    "Muitas vezes"

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Poderiam ser atores, testando diálogos... surreal!!

      Eliminar
  18. Gostei da sua postura e opinião, mas não sabia que o fato do homem urinar em pé pode interferir na saúde masculina, quanto ao esvaziamento da bexiga e implicações na próstata.

    Também acho que o modo de ser masculino é bem prático e encantador, sem que eu queira ser homem, pois gosto muito de ser mulher. E também detesto que meu espaço seja invadido, se estou quieta em um canto que me deixem em paz. Também gosto de sair sozinha e acho que tenho esse direito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ouvi de um médico essa indagação já confirmada com pesquisadores. A mulher é muito observada quando está sozinha e por do porquê estar sozinha. Todos temos direito de ir e vir para qualquer lugar! Beijus,

      Eliminar
  19. Oi Luma, dei boas risadas aqui com teu texto, serviu pra eu relaxar, tudo de bom, só não sei se alguns homens vão achar o mesmo kkkkkkkk
    Adorei a resposta da portuguesa..."algumas vezes", quer dizer que nem sempre né? rsss
    Beijos e boa noite!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que se divertiu! Os "zangados" são capazes de também rir, mas com outro propósito. Dirão que estou "mangando" deles, mas não estou! Pois gosto tanto de meninos que quero só o bem :) Beijus,

      Eliminar
  20. Muito interessante e bem comico este post.
    Bom respeitinho cá em casa é coisas que sempre existiu. De outro modo a convivência de quase 50 anos em comum teria sido um suplicio. Estou com o meu marido desde 64 embora só tenha casado em 67 a primeira vez pelo registo, aqui mesmo no Barreiro, e renovámos o casamento em 70 em Moçambique na catedral Nª Senhora de Fátima em Moçambique.
    Em África por exemplo, quando ele ia para a bola eu ia para o cinema, e quando terminava vinhamos juntos para casa. E olhe que nessa data era quase um escandalo uma mulher ir sozinha ao cinema. Pois se até para fazer uma curta viagem precisava da autorização por escrito do marido.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Respeito sempre é bom, não é mesmo!! Essa moça colocou uma pulguinha atrás da orelha do seu namorido e se ele agora não liga, talvez um dia possa relembrá-la do fato. Casais estão em ciclos, com intervalos para a construção e outros para a auto-destruição.
      Valorizo uma relação de tantas décadas, pois atualmente quase não encontramos casais com tanta vontade de compartilhar suas vidas. Wow!! Autorização do marido? Progredimos, então!! :) Beijus,

      Eliminar
  21. Adorei sua visão no post.... eu sempre sou considerada prática demais e por isso, acho q nao tenho tanta sensibilidade feminina...rsrsrs.... Voltei com mt novidades, passa no meu cantinho qdo puder. Bj e fk c Deus.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As mulheres caminham para a praticidade e deixar o mimimi para a intimidade, oras!! Não temos mais tempo para gracejos e rebolados, não que isso seja ruim, mas o tempo todo cansa! Beijus,

      Eliminar
  22. Oi, Luma!

    Quanta discrição do casalzinho, hein? rsrs
    Homens! Têm mesmo uma preocupação exagerada, por vezes doentia, em relação à fidelidade da mulher... Parecem simples, são práticos, mas, não deixam de ter o lado complicado, inerente a todo ser humano, independente de sexo, né não?

    Muito bom!

    Grande abraço, amiga
    Socorro Melo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Socorro, não sei o que houve, pois o seu comentário foi publicado novamente aqui embaixo. Respondi para você acima. Beijus,

      Eliminar
  23. Oi Luma!

    Não tenho porquê condenar-te; acho que tudo o que disseste é a tua experiência e é tão válida quanto aquela de qualquer outra pessoa.

    Engraçado esse casal Português: aqui em Portugal, nunca oiço os casais indígenas terem esse tipo de conversa na praia. Será que só as têm no estrangeiro, e porquê?

    Ave, Luma...quase que é caso para perguntar o que deu origem a este post lol ;)...mas adorei a abordagem!

    Beijosss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, falo e afirmo por mim. Cada um no seu quadrado (rs*) como há respeito em mim, as pessoas deveriam ter um pouco também! Não sei o que há com esse casal. Quem sabe são exibicionistas? Há fetiche para isso.
      Max, você se perdeu nas minhas questões. Não se preocupe! O post foi escrito em menos de 10 minutos e sem pensar, sem preocupações maiores. Relax!! :)
      Beijus,

      Eliminar
  24. Eu confesso que não presto muita atenção nas pessoas e no comportamento dela quanto a minha solidao. Sento-me nas praças, bares e outro lugares e nunca fui interpelada ou incomodada. Mas já incomodei por estar observando algo que chamou minha atenção. Aquela coisa de escritor, sabe como e? Enfim, acho mulh muito mais machista que homem e também muito cricri...

    Enfim, ignoro na maioria das vezes e saio dando risada. Isso sim incomoda , mas aos outros e não a mim...
    Bacio

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não presto atenção, mas o caso em questão, foi algo surreal, quase que um "encosto". Como não prestar atenção? Gosto de prestar atenção no que quero e não no que me impõem. Acho que somos um pouco parecida neste quesito. Por exemplo, se me encontrar com você 7 dias da semana, lembro-me de suas expressões, mas jamais me lembrarei da sua roupa. São detalhes que só percebemos se acontece uma aberração. Se você me aparecer toda vestida de oncinha, certamente irei reparar em sua roupa :)

      Eliminar
  25. Luma, querida,

    O tema é um só porém há vários assuntos embutidos neste texto, né? Acabei rindo mas sei que a conversa é séria.
    Creio que nós mulheres, de um jeito ou de outro, é que permitimos que a cultura do macho nos subjugasse, como se vê. Mas elas estão começando a repudiar fortemente este esta situação, embora eu não concorde com movimentos como a marcha das vadias, que me parece como que lutar com as armas do "inimigo", rsrs.
    Sou totalmente a favor da liberdade, em todos os níveis, mas acho certas conversas e comportamentos inapropriados quando se tem público externo, rsrs.

    Beijo e, desde já, bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode rir à vontade!! A gente se diverte com coisas sérias, não é mesmo? Em público devemos deixar nossa intimidade de lado. Quem precisa saber da nossa vida? Beijus,

      Eliminar
  26. Luma querida,
    Adorei o texto. Ja guardei muitas vezes coisas na praia pros
    outros. Concordo plenamente com que vc diz que existe mulheres muito mais machista. Seu to que é sempre de tanta sabedoria.
    ria.Olha aqui mocinha, não esqueci de voce não tenho viajado muito
    e parado pou, mas vc não sai do meu coração. Sorry,
    E pra vc eu deixo:
    Quem não sucumbirá diante do silêncio do abismo? Ou da impossibilidade de se contar as estrelas?
    Quem sabe o exato instante da concepção?
    Quem é mais humilde do que a flor que perfuma os pés de quem a pisa?
    Deixo essa flores para perfumar sua noite.
    beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bandys,
      Não ligo de guardar coisas e já fiz muitas vezes, porém nesse caso, à primeira vista achei que por serem estrangeiros quisessem puxar conversa, mas nem isso. Eles nem falavam baixo, uma coisa!
      Obrigada pelo carinho!!
      Beijus,

      Eliminar
  27. Você como sempre ótima com seus textos, uma vez escrevi alguma coisa com o mesmo intuito, era sobre o meu decote ser meu e não do cara que fica olhando...vou ver se acho...bjo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Cucla!! Se achar o link, me mostra?
      Beijus,

      Eliminar
  28. Luma
    Você fez um comentário no meu post sobre Adjetivos que eu adorei. Seria bom (se o tempo desse também, claro) se os comentários fossem assim. Interação entre as pessoas. Já imaginou os altos papos?
    E sobre o seu post de hoje vou contar: às vezes vou pedir alguma coisa pro meu marido e ele vai logo dizendo: Diga logo o que você quer, não enrole. É mais fácil mesmo. E eles são assim, práticos. Pelo jeito você também é assim. Nós mulheres ainda temos bastante a aprender; aprender não, acho que só praticar.
    um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Macá, obrigada!!
      A proposta dos blogues é a interação e devemos ser mais honesto quando vamos comentar nos blogues. Eu me policio para não dar muito pitaco, porque alguns bloggers encaram como invasão, como se a pessoa estivesse querendo chamar atenção sobre si. Valorizo muito o comentário bem feito! Sinal de que a pessoa teve respeito pela minha pessoa. Invariavelmente alguns comentários acabo destacando e transformo em post.
      Acho que estamos aprendendo com eles. Nós mulheres quando queremos, chegamos a perfeição :)
      Beijus,

      Eliminar
  29. Contemplar é um exercicio que consigo realizar bem [a] nos onibus do dia-a-dia, [b] quando vou dormir e [c], no acordar dos finais de semana / feriados. Há mais coisas na trivialidade que a propria trivialidade não vê :)...

    Diria que vantagens e desvantagens são relativas, o que nos corroi é a necessidade de encaixar tudo em rotulos e modos e posturas. Concordo plenamente quando diz que as mulheres são mais machistas e generalizo mais: a mulher é a fonte de todo o machismo.

    Nunca vi mal algum em fazer xixi sentado e sempre que me dá vontade e/ou na casa onde estou a pessoa é neurotica com limpeza... sem medinho de ser menos "sexo" por isso!

    óótimos dias pra ti :)...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tony, como publicitário você tem que enxergar muito o cotidiano, assim como um escritor. Enquanto o escritor grava palavras, os publicitários gravam imagens e expressões.
      Ah, garoto!! Você sempre cresce no meu conceito!!
      Beijus,

      Eliminar
  30. Adoro dormir ouvindo o barulhinho do mar... Como bem disseste, todos temos (temos?) livrearbítrio, mas muitas pessoas invadem espaços alheios... Adorei a visita lá no blog! Obrigada pelo carinho! Que o amor renovador e a Paz de Jesus Cristo habitem nossos corações sempre! Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada você, Elaine!! Carinho que vem, volta!!
      Amém!! Beijus,

      Eliminar
  31. Esse belo mar que canta e encanta aos olhares...profundo e misterioso...beijos de bom final de semana...

    ResponderEliminar
  32. OI LUMA BOM DIA, TEM DIAS QUE AMANHECEMOS COM VONTADE DE FICAR A SÓIS, E NÃO TERÍAMOS ASSUNTOS PRINCIPALMENTE SENDO DESCONHECIDOS, FOI UM PRAZER RECEBER A TUA VISITA, UM ABRAÇO COM VOTOS DE MUITA PAZ E UM BOM FINAL DE SEMANA. CELINA

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Respeitar a privacidade do outro é tudo!!
      Beijus,

      Eliminar
  33. Oi Luma,

    seu texto surpresa, me encantou, começou e de um jeito e me surpreendeu totalmente com o runo que você deu a ele.

    A pergunta do homem à sua mulher sem se constranger de serem ouvidos é algo raro, homens não cogitam a hipótese de serem traídos, é inadmissível para eles até pensar nisto, quanto mais perguntar e pior, ouvir a sinceridade do: "muitas vezes". Ou seja: Nem todas, querido! Vemos que trata-se de um relacionamento aberto.

    Sobre as mulheres machistas, concordo plenamente a maioria é mais machista do que imagina.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A intenção foi dinamizar o pensamento! Um ideia sempre leva à outra e o bom de escrever em blogues é que não precisamos ter a pretensão de acompanhar uma cartilha de escrita.
      Sobre esse casal, já imaginei várias posturas por causa do comportamento e acho que eles são exibicionistas.
      Beijus,

      Eliminar
  34. Poucas vezes fui ao mar. Por aqui temos a praia do Cassino como mar mais próximo.

    Luma eu sou extremamente tímida quando casais querem trocar carícias na minha frente. Dou sempre um jeito de cair fora.

    Tem razão. Homens geralmente não são como nós mulheres que adoramos trocar figurinhas sobre relacionamentos.

    Fazer "xixi" sentado. Aqui no RS vai ser difícil a gauchada usar a técnica... Quase tudo aqui e principalmente no extremo sul, gira em torno do "homem que é homem"... Um fiasco!

    Um lindo fim de semana para você.

    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não acho legal a troca de carícias em público. Abraços e beijinhos discretos, tudo bem!!
      Ah, ainda não veio um homem sulista comentar esse post!! Estou aqui imaginando a cara do Afonso e do Júnior!! Ah, tenho assinantes de feed do sul que talvez cancelem a assinatura! Mas pense, se hoje em dia os casos de câncer tem crescido tanto, porque não ajudar a natureza?
      Bom fim de semana para você também, Iza!!

      Eliminar
  35. KKK...UM gran finalle!...rss...texto muito bom,Luma!Quantas vezes tb sozinha não senti uma certa discriminação,mesmo por parte das mulheres,tem razão!Gosto de estar sozinha, as vezes: ir ao cinema, as compras, já fui varias vezes a praia e em restaurantes.Tem que ser muito mulher para enfrentar alguns ambientes sem um homem ao lado!Bjs e meu carinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos dizer que em algumas situações, a mulher está sozinha é encarada pela outra como uma ameaça. Ainda mais se for mais bonita que ela e tiver um namorado galinha :)
      Anne, faço muitas coisas sozinha por ter um sespírito independente, mas percebo os olhares questionadores. Por isso dependendo do lugar escolho ir acompanhada!
      Beijus,

      Eliminar
  36. O mar acalma, p'lo menos em mim tem esse efeito.../

    Beijo[ta]

    ResponderEliminar
  37. oi flor...
    bacana esta interação aqui no seu blog.
    você deve ter visto que eu não dei conta e cutuquei a Chica lá em cima.(aff... em cima, junto ou separado? isquici!)
    rs

    cultura... meu pai... tudo em nós gira em torno desta cultura.
    Acho que fazer xixi em pé pode querer indicar uma necessidade de reafirmar poder... Será?
    Eu estou vendo o dito fazer a coisa....
    Eu controlo.

    De um outro lado, estive estudando a nossa colonização e fiquei p da vida.
    Meu pai, esta necessidade dos homens sentirem-se superiores em relação às mulheres, pelo menos aqui no Brasil, é fruto de uma visão empobrecida, trazida pelos nossos colonizadores.

    Eles achavam inaceitável o fato de que nas tribos a mulher tinha um papel social importante.
    Não havia esta discriminação nas comunidades primitivas.

    O ser humano poderia ser mais feliz se resolvesse se libertar destas mentiras............
    É uma perda de tempo pois a vida passa tão rápido.
    beijinho Luma.......
    deu uma saudade de você, aqui, rs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hehehehe eu vi e respondi lá em cima!! Quanto a sua dúvida, quando ela apontar e quiser o contrário de embaixo, pergunte-se: Porque embaixo se escreve junto e em cima separado?
      Algumas mulheres inteligentes, fingem-se de burras somente para não serem perseguidas pelos homens. Eles realmente não gostam de ficar por baixo. Mas quem educa?
      Beijus,

      Eliminar
  38. Olha, que seja apenas pela saúde da próstata, mas que sigam o seu conselho, viu...

    Boa semana, bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, Dalva!! Sabe que homem já não gosta de ir ao médico, então é melhor se prevenir!! Beijus,

      Eliminar
  39. Luma,

    Minha mãe ia adorar a parte do fazer xixi sentado. Confesso que de madrugada, com sono, vai sentado mesmo, sem neuras. Mas é a mais pura verdade. Citando minha mãe novamente, ela diz que, após meu pai falecer, ela não se sente mais à vontade sentada em um banco de uma praça que fica bem aqui ao lado, pois quem - homens - que antes a cumprimentavam com um sóbrio boa noite, agora arriscam um "oi" seguido de piscadela, como se ela ali, sentada sozinha no banco, fosse um sinal unicamente de que ela está disponível e aberta a novos relacionamentos. No final, é sim bem mais fácil ser homem.

    Grande beijo ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também tem uma praça aqui perto de onde moro e às vezes, no final de semana, dá vontade de levar um livro para ler no solzinho da manhã e não faço mais, porque todas as vezes que o fiz, fui abordada. Até mesmo caminhando no calçadão. Agora coloco o fone de ouvido e quando aproxima alguém com cara lambida, finjo que não vejo e de quebra não escuto gracinhas. Mas tem ocasiões que não dá para evitar. Beijus,

      Eliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual

Aqui desde 26 de Janeiro de 2005

Algumas coisas não têm preço.


Affichez votre soutien

Obrigada pela presença

Arquivo do blogue

Leve meu banner com você...


...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

Copyright  © 2010 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License. Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor